5 coisas que você não sabia sobre Joan Rivers

joan-rivers-2

Joan Rivers era uma comediante extraordinária, conhecida por sua sagacidade e por falar a verdade nua e crua – com aquela pitada de humor. Muita gente a acompanhava no “Fashion Police”, mas Rivers, que faleceu nessa última terça, era uma mulher muito mais complicada e vivaz do que parecia no programa.

Aqui vão cinco fatos sobre ela que você pode não saber:

1. Joan Rivers não é seu nome de batismo:

Nascida Joan Molinsky, ela adotou o nome artístico sob ordens de seu empresário, Tony Rivers. Por impulso, escolheu “Joan Rivers”, só porque soava bem. “Ter um nome artístico me ajudava com as apresentações naqueles clubes obscenos”, ela contou para o Evening News em 1986. “Joan Rivers era como um vestido de festa que eu usava, então, naquela época, ela era só uma pequena parte de mim e Joan Molinsky ainda estava assustada, confusa e desconcertada”.

2. Bill Cosby foi responsável por seu sucesso:

No começo, Rivers ficou famosa por sua participação no “Tonight Show”, quando era apresentado por Johnny Carson. “Na noite anterior ao programa no Carson, um comediante foi lá e foi horrível, então Bill Cosby – que era muito gato na época  e –, que tinha ido me ver no Village, falou para ele que não dava para ser pior que o outro cara”, ela relembrou no Entertainment Weekly. “Com isso, me chamaram dez minutos antes do programa – e para o pior bloco. Deus abençoe Johnny Carson, ele disse ali mesmo, no ar, ‘você vai ser uma grande estrela’”. E estava certo.

3. Ela falava abertamente sobre tudo, inclusive cirurgia plástica:

“Acabei de apresentar o Miss Estados Unidos e, deixa eu dizer, a beleza pode te levar a qualquer lugar. O New York Times publicou um artigo há uns seis meses falando que bebês respondem a rostos bonitos. Então pare de dizer a todo mundo que é OK não ser bonito! Se você pode arrumar, arrume!”, ela falou ao Entertainment Weekly em 2010. “Se isso te faz feliz, vá em frente. Amo me olhar no espelho e pensar ‘para 77, você está ótima’. Não me importo com o que os outros falam”. No entanto, nem sempre foi fácil assim. Em um dos episódios do reality show com sua filha, Melissa, Rivers foi vista chorando antes de entrar na faca. “Que merda de negócio é esse, você sempre precisa estar bonita”.

4. Ela tinha um grande círculo social

Um dos únicos arrependimentos de Rivers ocorreu durante o documentário de 2012 feito sobre ela, “Joan Rivers: A Piece of Work”, que incluiu um comentário maldoso sobre a comediante Kathy Griffin. “Ela é minha melhor amiga, adoro Kathy”, ela contou para o EW. “Queria que eles tivessem mostrado o amor que tenho por ela”. Nessa mesma entrevista, ela ainda falou sobre Barbara Walters e Nancy Reagan.

5. Ela era uma grande amante dos animais

Depois que seu marido cometeu suicídio em 1987, ela considerou fazer o mesmo. No entanto, foi salva por seu cachorro, Spike. “Eu ficava nessa casa gigantesca em Bel Air, com um telefone de cinco extensões que eu nem precisava mais. Estava com a arma no meu colo, mas o cachorro subiu e sentou sobre ela. “, ela contou ao Daily Beast. “Digo para as pessoas que esse é um momento horrível e sombrio, mas você precisa saber que as coisas vão mudar e que você vai seguir em frente. Eu olho para trás e penso ‘a vida é ótima, a vida continua. Muda’”. Quando ficou mais velha, fez questão de deixar parte do dinheiro para seus pets na hora de fazer um testamento.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *