6 coisas que você precisa saber sobre “American Gods”

Nem preciso dizer que “American Gods” foi um dos meus livros preferidos – vindo logo de quem, né? Por isso mesmo, vocês podem bem imaginar qual foi minha reação ao descobrir que a obra de Neil Gaiman viraria série: aquele misto de curiosidade com medo que estraguem tudo.

Ainda bem que o autor já adiantou algumas coisas na Empire para tranquilizar a galera… Ou aumentar a ansiedade, vai saber!

1 – Toca na ferida

“Se existe um timing certo ou completamente errado para se fazer ‘American Gods’, é agora”. Até porque você precisa ver a diversidade desse casting! “É sobre a América ser um país de imigrantes, o que eu acho que as pessoas que estão governando o país atualmente querem que seja esquecido. Ou as pessoas vão nos amar ou, a essa altura, nos linchar”.

2 – É maior que o livro… Mas ao mesmo tempo menor?

A primeira temporada, por exemplo, cobre os eventos de mais ou menos um terço do livro. O diretor Bryan Fuller quer que ele se desdobre numa história ainda maior, mas não pretende acrescentar novas partes ao enredo. “Daremos mais detalhes sobre cada uma das coisas que acontece”, explicou Neil.

3 – Um casting difícil de fazer

Gaiman tem uma ótima definição sobre o casting para o Shadow, personagem principal do livro: “estranho, aterrorizante, enlouquecedor”. Ricky Whittle, que talvez você conheça de The 100, estava lá na lanterninha do top 10 quando as audições começaram. Mas começou a melhorar em seus testes e acabou com o papel. “Você olhava e pensava, (esse Shadow) tá tirando o melhor de uma situação bem estranha. Ele não bate muito bem, mas tá segurando as pontas”.

Ah, descobri também que o Abruzzi de Prison Break tá na série também <3 Pois é, saí da maratona das quatro temporadas agora e ainda tô enlouquecida.

4 – Os mortos falam

Uma das personagens importantes do livro ganha ainda mais relevância na série. Laura (Emily Browning), a esposa falecida do Shadow, tenta manter contato com o marido mesmo do além. Na série, seu papel é ainda mais importante e vamos descobrir o que ela faz quando não está ali com ele.

5 – Os Novos Deuses serão familiares

Os Novos Deuses ganharam um upgrade para a série. O “technical boy”, que era um nerd, agora tá mais para Mark Zuckerberg. Foi preciso uma forcinha do Bryan para convencer Neil de que alguns personagens precisariam dessa adaptação para fazer sentido no mundo atual.

6 – Ainda tem mais por vir

Gaiman adiantou que tá trabalhando na sequência do livro (<3), mas não precisou segurar a produção da série. “Tendia a funcionar de outro jeito. Eu dizia ‘isso é o que eu estou planejando, o que significa que esse personagem é importante, então escolham bem”.

Já pode esperar segunda e terceira temporada? A série começa a ser exibida no dia 1 de maio.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *