“Apocalipse Z” – Resenha

Tudo começou como pequenos posts em um blog, que começou a receber mais e mais visitas. Mas então esses posts feito por Manel Loureiro, o autor, ficaram tão populares que foram levados para um livro. Esses posts eram narrações do ponto de vista do protagonista (conhecido apenas como Advogado) sobre recentes acontecimentos em uma divisão federal russa, a República do Daguestão. Ele acompanha as notícias que passa nos telejornais e pequenos vídeos que conseguem escapar para internet, e vai ficando cada vez mais intrigado, especialmente quando em alguns dos vídeos há pessoas sendo assassinadas com tiros diretamente na cabeça.

A nota oficial do Governo dizia apenas que um vírus havia escapado e estavam precisando “cuidar” dos infectados, assim como por o país em quarentena. Porém, logo começam a vazar notícias de países vizinhos passando pelos mesmo problemas e não demora muito para a Lei Marcial ser declarada ao redor do mundo – ninguém entra, ninguém sai de seus países ou mesmo cidades, forças militares por toda parte, toque de recolher. Hospitais ficam lotados, são criadas áreas de segurança para os civis se protegerem. Ao perder o acesso na internet, passa a escrever em um diário que carrega para todo lugar, e decide sair de casa com o seu gato, Lúculo, quando os Infectados entram em seu condomínio. Munido de uma roupa de neoprene (para evitar o contato com os doentes em caso de uma briga corpo a corpo), seu arpão e mantimentos, vai embora para tentar achar um lugar seguro.

Claro que ao chega a cidade, ele percebe que isso não seria possível. Carros estão abandonados em cada lugar, há pilhas de mortos ocupando as ruas e pessoas, algumas com visíveis tiros que deveriam ter sido fatais, andando por aí a esmo. É pouco depois que ele conhece Pritchenko, um pequeno ucraniano com quem logo forma uma forte amizade, e é a partir daí que a história, cheia de tensão e momentos de desespero, começa para valer.

O melhor livro que já li do gênero. A escrita de Loureiro é totalmente viciante e você não consegue parar de pensar sobre mesmo depois de ter fechado o livro, ansiando por mais. A boa notícia é há mais, os dois últimos livros dessa trilogia, também escritos de forma impecável!

Outra coisa que vale a pena mencionar é que vale muito a pena sair do universo tradicional de Estados Unidos e Inglaterra, uma vez que a história se passa na Espanha.

Título: Apocalipse Z – O princípio do fim
Autor(a): Manel Loureiro
ISBN: 9788576655343
Editora: Planeta do Brasil
Páginas: 365
Classificação: ★★★★★

Bells Cavalcanti

Fiction is a lie that tells us true things, over and over

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *