Como um festival de Montreal reinventou sua identidade ilustrando dados do público

Parece confuso à primeira vista? Calma que a gente conta essa história do zero. O Montreal Jazz Festival precisava dar aquela repaginada esperta em toda a sua identidade visual. Então, o resultado encontrado por sua agência foi representar os dados coletados sobre o público em elementos visuais que fazem parte, agora, do logo e de toda a comunicação visual do evento.

Para isso, eles organizaram um evento no ano passado com vários sensores espalhados pela casa de show para captar informações sobre os cinco sentidos de quem marcou presença. Entre os dados, estão a temperatura corporal, pegadas (o quanto as pessoas se deslocaram por lá), compra de bebidas e a empolgação da plateia. A partir de todas essas informações, trabalharam o novo design.

Dá uma olhada no vídeo que mostra a execução:

Essa é mais uma das formas de colocar a experiência do consumidor no centro do negócio, tendência que tem ganhado espaço lá fora – outro dia mesmo a Adidas fez 30 mil vídeos personalizados com os highlights de corrida de cada um que participou de uma maratona!

Mas o mais legal da campanha é que eles levaram em conta toda a experiência de show: das cervejas até a galera cantando junto. O que mais você tem visto por aí?

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *