Hinds e o show mais divertido do ano @ Sesc Pompéia

Promessa é dívida. E, quando o Hinds prometeu botar todo mundo para dançar em seu show no SESC, não duvidei nem por um minuto. Também pudera. A banda, desde que começou, foi destaque na NME e The Guardian, fazendo 16 shows seguidos no SXSW.

Apesar da expectativa alta, elas deram conta do recado com um setlist cobrindo as principais músicas do “Leave Me Alone”, primeiro disco de carreira, e com duas novas – que a gente acabou nem gravando no stories para preservar o lançamento!

Ao vivo, as faixas ficam mais “cruas”, puxando pro lo-fi. Porém, o destaque fica mesmo para a presença de palco do quarteto, principalmente com a sinergia entre Carlotta e Ana.

Pode nomear: coreografia? Checked. Falar em português? Checked. Uma tocando a guitarra da outra? Double checked. Para mim, depois de uma semana inteira de pirotecnias e solos técnicos no São Paulo Trip, foi o show que eu queria e não sabia ainda, tomando facilmente o posto de mais divertido do ano.

Entre as músicas que mais chamaram atenção, estão “Garden” e “Easy”, além do cover para “Davey Crockett”, que animou o encore do show.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *