Julian Casablancas deixou NY porque tem “muito branquelo tomando brunch”

julian-casablancas-QG

Nova York já não é mais aquela Coca-Cola toda. E não é de hoje. Para todo mundo que não trabalha na Wall Street, na verdade, tem sido um verdadeiro terror. Estabelecimentos renomados tem fechado as portas e são substituídos por farmácias ou qualquer outra loja de grandes redes.

De qualquer forma, não são só as lojas que estão abandonando o navio. Na entrevista de capa para a GQ, Julian Casablancas também comentou sobre sua saída – e com motivo certo: a “cultura do brunch”.

“Ando por Nova York e fico até triste”, ele comentou, meio em tom de brincadeira e meio falando a verdade. “Não sei quantos branquelos tomando um brunch consigo aguentar num sábado à tarde”.

É uma ótima desculpa, né?

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *