“Não tão rápido”, avisa o Foo Fighters para Gene Simmons

foo-fighters-shelter

Gene Simmons ganhou as manchetes do fim de semana ao afirmar que o rock morreu. E apesar dele ter argumentado melhor que naquela vez em que resolveu abrir a boca sobre suicídio, tem muita gente que continua não concordando com o baixista – incluindo o Foo Fighters.

Para relembrar, Simmons disse o seguinte: “O rock não morreu de velhice, foi assassinado. (…) É muito mais difícil tirar sustento de shows e músicas novas. Ninguém te paga para fazer isso”. Ele ainda acrescenta que uma boa dica é “não largar seu emprego”. “Quando você tinha uma gravadora do seu lado, eles financiavam você e isso significava que, quando você saía em turnê, eles te davam suporte. Ainda existem gravadoras e isso se aplica ao pop, rap e country. Mas para aqueles que se apresentam e compõe – os criadores – de rock, soul e blues – morreu. O rock finalmente morreu”.

A resposta do Foo Fighters? Direta e reta:

A banda se esforça para manter o rock vivo, representando em premiações e até criando uma série da HBO sobre seu álbum mais recente, o “Sonic Highways”, que estreia no dia 10 de novembro.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *