Os produtores de “Sex Education” se juntam aos de “The End of the F***ing World” para novas séries

Aquela notinha que vai direto pro coração dos fãs das séries inglesas: os produtores das duas maiores apostas recentes da Netflix decidiram unir forças para desenvolver novas séries, dando mais espaço para mulheres e negros.

Dominic Buchanan, um dos maiores responsáveis pela adaptação de “The End of the F***ing World”, fechou um acordo com a Eleven, produtora por trás de “Sex Education”. Com isso, eles ganham prioridade sob os projetos novos de Dominic e pretendem trabalhar tanto para streaming quanto para TV.

Hoje em dia, aproximadamente 45% do trabalho da Eleven já vem de mulheres – escrevendo ou dirigindo –, mas eles querem aumentar esse número e incluir mais negros no time.

“Fomos bem autocríticos como empresa para definir as melhores formas de encontrar histórias e como podemos ser mais inclusivos”, explicou o co-fundador da Eleven, Jamie Campbell, para a Variety.

Seu sócio explicou que eles admiram o trabalho de Buchanan há um bom tempo e estavam só esperando a oportunidade certa para trabalharem com ele. “Estamos procurando materiais que provoquem a percepção de mundo que a audiência tem”.

Enquanto não surgem novidades sobre essas novas produções, podemos esperar pela segunda temporada de “Sex Education”, que foi renovada em tempo recorde, além de “The End of the F***ing World” (que ainda não sabemos muito bem como pode continuar).

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *