Resenha: Fogo & Sangue – George R. R. Martin

Quando Fogo & Sangue do George R. R. Martin foi lançado, confesso que bateu um mix de sentimentos. Por um lado, é incrível ter material novo do autor para devorar. Por outro, cadê o sexto livro da saga de Game of Thrones?

Pois muito que bem. Começamos a leitura e esse já ficou marcado como o primeiro de 2019. Para quem não sabe, descobrimos logo pela sinopse que este é o primeiro de dois livros que cobrem a história da dinastia Targaryen – desde a conquista e união dos Sete Reinos por Aegon, o Conquistador.

Não espere, no entanto, o mesmo ritmo e múltiplos pontos de vista que temos nos outros livros. Em “Fogo & Sangue”, George R. R. Martin assume a narrativa pela visão do arquimestre Gyldayn, que tenta ser neutro em todas as situações. Por vezes, dá a sensação de estar realmente lendo um livro de história – porém com dragões, muitas traições, mortes e sexo.

Na prática, isso significa que a narrativa histórica (e um pouco corrida) deixa uma lacuna, queremos conhecer mais sobre aqueles personagens e não encontramos profundidade o suficiente para se apegar. Por outro lado, ainda bem, porque são muitos nomes para lembrar no decorrer da história (e muitos Aegons para diferenciar).

Além disso, o humor afiado de George e sua maestria para criar as reviravoltas mais inesperadas estão ali, incluindo luta de dragão contra dragão. Só isso já é suficiente para nos levar durante as quase 700 páginas.

Quer um exemplo? Em determinada parte, lorde Orys dispensa o cargo de Mão do Rei, explicando que “A Mão do Rei precisa ter mão. Não quero que os homens falem do Toco do Rei”.

De um modo geral, é um livro que consegue te prender, principalmente se você acompanhou o resto da saga e busca algumas respostas ou só quer matar a curiosidade sobre Westeros.

Pessoalmente, gostei de encontrar mais personagens femininas fortes, que determinam o destino do reino mesmo que dos bastidores. Aliás, achei esse o livro mais diverso dele, trazendo negros, imigrantes e homos (inclusive na realeza).

Lannisters são presença constante no desenrolar da história, mas Winterfell, por ser mais afastada, e seus habitantes e lobos, são mais raros.

E então, você já leu esse também? O que achou?

Para mais informações, olha aqui:

Onde encontrar: https://amzn.to/2sAXLrv

Preço: R$ 55,89

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *