Rupi Kaur explica de onde veio a inspiração para “The Sun and Her Flowers”

Provavelmente você já viu por aí os poemas de Rupi Kaur, seja em algum regram ou foto das versões original ou traduzida de seu primeiro livro, “Milk and Honey”. No Brasil, ele levou o nome de “Outros Jeitos de Usar a Boca” e ficou por um bom tempo nas listas de mais vendidos.

Tá aí nossa musa escritora

Agora, ela está lançando “The Sun and Her Flowers”, livro que foi dividido em cinco capítulos tratando sobre perda, amor, solidão e identidade.

Para a Vogue Australia, a autora explicou de onde vem sua inspiração: “Há três anos, eu pensei que o livro realmente seria dividido em capítulos. O primeiro seria a escuridão e guiaria os leitores por um relacionamento abusivo, mostrando como as pessoas se sentem e como ele define seu ponto de vista e a forma como vive o mundo. Então o segundo capítulo seria a luz e falaria sobre como é um relacionamento saudável”.

“O que eu queria mesmo mostrar é como uma experiência corretiva acontece. Nós todos pensamos ‘oh, em relacionamentos abusivos as pessoas estão muito tristes e aí aparece alguém ótimo e tudo é um mar de rosas’, mas não é assim que funciona. Quando você vivencia a violência por tanto tempo e algo diferente aparece em seu caminho, você não sabe bem como definir isso…”.

“Mas todos esses outros temas ficavam aparecendo. Eu comecei a escrever sobre a morte e sobre imigração e pensava ‘não, não, não, não preciso escrever sobre essas coisas. Já tenho o conceito do livro’. Eventualmente, no fim do ano passado, parei de lutar contra isso e pensei ‘vou escrever o que vier’”.

Será que deu certo? Seus poemas dizem que sim. Dá uma olhada em alguns dos que foram postados no instagram:

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *