Resenha: Sadie – Courtney Summers

A primeira vez que tive contato com um dos livros de Courtney Summer, não curti, e por não curti leia-se “não consegui nem terminar”. E isso foi verdade com quatro dos livros dela, incluindo um de apocalipse zumbi que é um dos meus tipos preferidos de história. Então estava bem receosa em dar uma chance para Sadie.

Muitas pessoas, aqui no Brasil e na esfera literária lá fora, estavam elogiando e amando, mas isso também foi verdade para todos os outros livros que tentei ler…

Decidi depois de ouvir um episódio do Excalicast, podcast feito por Duds Saldanha e Paloma Fontes dedicado a falar sobre livros que, de forma geral, envolvem algum crime. Se tiverem curiosidade, podem ouvir sem medo, elas avisam quando vão começar a falar da história com spoilers.

Foto: @bookswithrae

Sadie segue dois pontos de vista, em duas linhas temporais diferentes: a de Sadie, no passado, enquanto ela tenta achar a pessoa que ela tem certeza que matou a irmã dela, e a de West McCray, um radialista que tem um quadro em um podcast sobre crimes e está seguindo as pistas para descobrir o que aconteceu com Sadie, que desapareceu.

Nos capítulos narrados por Sadie, vamos descobrindo aos poucos sobre a vida dela, e o motivo dela suspeitar de um ex-namorado da mãe. Quando chegamos aos capítulos do podcast, McCray está sempre um passo atrás de onde Sadie esteve, e, em algumas partes, ele retrocede para voltar a conversar com a família ou alguma testemunha.

Eu li Sadie através de um audiobook, e foi uma experiência acertada! Com dois narradores diferentes, um para Sadie e um para West, os capítulos de podcast realmente pareciam que estava ouvindo a um podcast. E os da Sadie teve o diferencial que, enquanto ela narrava, falava normalmente, mas em todos os diálogos ficava claro a gagueira dela, o esforço que ela fazia para conseguir falar, e achei maravilhoso, porque nunca consigo ler a gagueira nos livros físicos.

Consegui me surpreender com a história mesmo tendo ouvido todos os spoilers no Excalicast, e me peguei ficando ansiosa pelas descobertas de Sadie e torcendo para que ela consiga ser feliz. Depois desse livro, com certeza vou dar uma chance para os próximos livros de Summers.

Sadie já foi publicado aqui pela Plataforma21, e com tradução de Regiane Winarski (a tradutora dos livros do Stephen King aqui no Brasil!).

Nota: ★★★★★

Onde encontrar: https://amzn.to/2yeHZbT

Bells Cavalcanti

Fiction is a lie that tells us true things, over and over

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *