Sete motivos para começar a maratona de Stranger Things agora

stranger-things

Não conheço uma pessoa que tenha começado “Stranger Things” e achado ruim. A série com tempero oitentista foi sucesso desde seu lançamento e muita gente aproveitou o fim de semana para ficar virada no Netflix (incluindo eu).

Desde o enredo cativante com aquele terror que não precisa recorrer aos sustos clichês até a fotografia e a trilha sonora, todo o pacote deu (e muito) certo. Por enquanto, são só oito episódios, que foram comprimidos numa primeira temporada para testar o formato. Maaas uma segunda temporada já foi confirmada!

E se você quer entender todo o buzz, te dou sete motivos para começar sua maratona:

1 – Winona fucking Ryder

Musa dos anos 90, Winona fez Beetlejuice, Edward Mãos de Tesoura, Drácula… E faltava um papel que caísse tão bem para ela quanto o de Joyce Byers, a primeira que começa a acreditar que algo sobrenatural pode estar acontecendo na cidade.

winona-gif

2 – Pra falar a verdade, todo o elenco

Principalmente as crianças! Não sei quem fez a escolha para o casting, mas está de parabéns, viu? O destaque pra mim foi a Millie Bobby Brown, que interpreta a Eleven, personagem que com certeza vai se tornar uma das suas preferidas também.

elenco-stranger-things

3 – O que dizer de uma trilha sonora que inclui The Clash?

Uma série que toca “White Rabbit” do Jefferson Airplane logo no primeiro episódio merece um pouquinho da sua atenção, vai! Aí descobrimos que o Jonathan montou uma mixtape (sdds, mixtape) especial pro irmãozinho, apresentando tudo que é bom nessa vida: Television, The Clash, Joy Division… E o Netflix foi lá e dividiu com a gente.

playlist-stranger-things

4 – A Eleven tem a cabeça raspada e superpoderes #goals

eleven-stranger-things

5 – Encontramos homenagens a vários clássicos

Pensa nos anos 80 e todos aqueles filmes em que as crianças saem para aventuras que… Bom, toda criança ia querer fazer parte – cheia de mistério e perigón. Já saiu uma lista enorme de referências e homenagens que a série fez, incluindo ET, Gremlins, Back to the Future, The Goonies, Twin Peaks, Super 8… Resumindo, pode incluir aí todos os clássicos da era de ouro do Spielberg.

5 – E é propício para maratonas

Com oito episódios, tem como dizer que não? Quando você percebe, já está vendo o próximo… E o próximo. Pensa bem, são só oito mesmo, vai rápido.

maratonas

6 – Ganhou a aprovação do próprio Guillermo del Toro

E ele, como todo mundo sabe, é o mestre do horror. Essa aprovação, talvez, seja pela parte estética. Referências à parte, é tudo muito bem feito e visualmente bonito… Bom, pelo menos tão bonito quanto uma série de horror pode ser.

guillermo-del-toro-stranger-things

7 – De acordo com psicólogos, assistir séries ou filmes de terror é terapêutico. O que deve ajudar no meio dessa crise que a gente tá, não é mesmo? (:

Will Byers mandou avisar

Will Byers mandou avisar

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Um Comentário:

  1. Pingback: No clima de Stranger Things: moda e décor com perfume retrô – SHELTER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *