5 livros para devorar no feriado

Nada como um feriadinho prolongado para colocar a vida em ordem, não é mesmo? Dá para descansar, esvaziar a cabeça e voltar pro segundo round. E se você não pretende viajar ~fisicamente, pode fazer isso por outros métodos (não disse quais).

Para ajudar nesse processo, separei 5 livros que você mata em poucos dias – para não dizer de uma só vez. Vem com a gente escolher o seu!

1. o que o sol faz com as flores – Rupi Kaur

Rupi Kaur é a autora de “milk & honey”, que aqui, sabe-se lá o motivo, ficou com o nome de “outros jeitos de usar a boca”. Apesar de parecer saído da trilogia dos 50 tons de cinza, o livro é de poesias delicadas e feministas.

Esse também é uma coletânea, dessa vez abordando crescimento e cura, nosso amadurecimento até aceitar o próprio corpo.

Onde? https://amzn.to/2JzxG2x

Foto: The Slow Days

2. Lugares Escuros – Gillian Flynn

Já deixei meio na cara que fiquei completamente apaixonada pelo “Lugares Escuros” da Gillian Flynn, né? Tinha saído de um livro demorado, que se arrastou por meses, e acabei esse em, sei lá, uns dois dias.

É um thriller daqueles que te fazem criar mil teorias diferentes até chegar no final e, ainda assim, surpreender. Ainda da mesma autora, tem “Objetos Cortantes”, que vai virar série, e “Garota Exemplar”.

Onde? https://amzn.to/2HzX6Ay

3. Faça boa arte – Neil Gaiman

Neil é um dos meus autores preferidos, mas “Faça boa arte” não é uma de suas ficções cheias de seres de outros mundos ou deuses nórdicos. O livro foi inspirado em um discurso seu na University of the Arts na Filadélfia, falando sobre criatividade e encorajando designers, músicos e escritores a quebrarem regras e pensarem de forma inovadora.

Se seu trabalho ou projeto pessoal gira em torno de criação, é uma escolha que recomendo muito até para servir como inspiração <3

Onde? https://amzn.to/2KnkMWX

4. Seminário dos Ratos – Lygia Fagundes Telles

Mesmo que você não termine o livro de uma só vez, “Seminário dos Ratos” é uma coleção de contos – então, com certeza, alguns você mata nesse tempo. Lygia criou quatorze histórias, explorando dramas pessoais, conflitos filosóficos e existenciais.

Em meio à fantasia, é possível encontrar críticas sociais fortes. A versão original data de 1977, mas consegue se manter atual.

Onde? https://amzn.to/2HASeah

5. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury

Já entrando no clima da adaptação, que estreia em maio com Michael B. Jordan no elenco, você pode ler esse clássico da ficção, escrito por Ray Bradbury. A história acompanha um futuro distópico em que o pensamento crítico é proibido e a mídia é usada só para distrair a população (rss).

Nesse futuro, todos os livros devem ser queimados para não espalhar o conhecimento, mas um bombeiro se rebela contra o sistema e decide recuperar a humanidade por conta própria.

Onde? https://amzn.to/2I406Vg

Tem mais alguma indicação pra nossa lista? Conta pra gente!

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *