9 músicos contam o que andam lendo em turnê

Tá sem idéia de qual vai ser seu próximo livro? Esses dias a NME divulgou uma lista com mais de vinte músicos abrindo o que estão lendo na estrada. Roubamos dez dos nossos preferidos para você dar uma olhada:

jimmy-page-reading

1 – Brody Dalle escolhe “Pela Bandeira do Paraíso” de Jon Krakauer

“A história é tão fascinante que li a coisa toda em 24 horas. É sobre uma comunidade poligâmica em Utah e um assassinato. Ele se tornou meu escritor preferido”. E se você ainda não reconheceu o nome, Jon Krakauer é o cara por trás de “Into the Wild”, livro que deu origem ao filme.

2 – Harry Koisser, do Peace, escolheu “A Megera Domada”, de Shakespeare

“Sabe quando alguém inventa de interpretar uma peça em jantares?” Ah… Não?! Mas vale a intenção – e a informação. Em turnê, a escolha do Peace é brincar de “A Megera Domada”, imagina a cena.

3 – Ryan Adams escolheu “Nam” do Mark Baker

“É brutal”, ele avisa antes que você caia na conversa. “Nam” é um livro com entrevistas mostrando diferentes perspectivas de pessoas que se alistaram para a guerra do Vietnã. Ah, curiosidade que o Ryan contou: “Foi desse livro que o Fugazi tirou seu nome”.

4 – Van McCann, Catfish and the Bottlemen, escolhe “The Story Of The Streets”, do Mike Skinner

Mike Skinner é uma das maiores vozes da Inglaterra e não podia ficar de fora da lista com essa biografia que relembra o tempo do Streets. “Ele foi pra cima da polícia de bike e um moletom da Lacoste. Eles foram atrás para derrubá-lo até Mike contar que recebia mais de cem mil por mês”, adianta um trechinho do livro.

5 – Joel Amey, do Wolf Alice, escolheu “Quem é você, Alasca?”, do John Green

Aww <3 Precisa falar do livro? “Eu e o Theo (Ellis, baixista) dividimos numa turnê. Foi incrível, mas ficou muito triste lá pelo meio. Levantei o olhar e ele sabia em que parte da história eu estava”.

6 – Rebecca Taylor, do Slow Club, escolheu “Livro Do Desassossego”, de Fernando Pessoa

Escritor português tem vez sim nessa lista. Ela define Fernando Pessoa como “um filósofo bizarro e muito interessante” e conta que passa uns dez minutos pensando sobre alguns trechos. Mas depois volta pras fofocas e tá tudo certo.

carl-barat

7 – Carl Barat escolhe “Verdade Indômita”, de Ayn Rand

Carl também é cultura, ok? “Esse livro conta sobre dois arquitetos, um obcecado por seu sonho e outro que quer ser artista. É incrível”.

8 – Oli Sykes, do Bring Me The Horizon, escolheu “Game Of Thrones”, do George RR Martin

Alguém achou mesmo que GoT ficaria de fora? “Não achei que eu gostaria – odeio Senhor dos Anéis e essas coisas aí. Mas comecei a ver a série e, no fim, precisava saber o que acontecia depois”, se justificou o vocalista.

9 – Mario Cuomo, vocal do The Orwells, escolheu “The Dark Knight Returns”, do Frank Miller

Esse dispensa comentário nosso, olha a explicação do Mario: “É do mesmo cara que escreveu Sin City”. Foda.

Qual você quer acrescentar à sua lista pessoal?

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *