“O Demonologista” – Resenha

17435213174_e78823814c_o

O Demonologista foi publicado aqui no Brasil no dia 20 de abril e rapidamente apareceu na lista dos livros mais vendidos, o que, juntamente com o trabalho impecável de divulgação da editora, a Darkside Books, faz a expectativa sobre a história aumentar – e isso dificilmente ajuda na apreciação do livro. Mas vamos por partes.

Aqui, o demonologista é David Ullman, um renomado professor da Universidade de Columbia que dá aulas de literatura religiosa, com foco na figura literária do demônio, focando em especial no poema de John Milton, Paraíso Perdido. Porém, David não acredita em religião, em um Deus ou em um demônio, para ele tudo isso é pura mitologia – até que um dia ele é convidado para ir até Veneza para presenciar um fenômeno, e leva Tess, sua filha consigo, que acaba desaparecendo logo após o encontro de David com um homem possuído. A partir daí, David precisa usar seu conhecimento no assunto, especialmente na obra de Milton, para conseguir recuperar Tess.

IMG_9658

Um clássico roteiro de filme sobre possessão, não? Mas o livro não é tão interessante quanto o pior filme sobre uma garota do interior que é possuída, nos filmes toda a ambientação e trilha sonora ajuda a criar uma pequena tensão mesmo que o susto nunca venha. Isso, essa tensão gostosa, nunca chega a acontecer durante O Demonologista. Na verdade, pouca coisa chega a acontecer durante todo o livro, o que é mais do que decepcionante.

A primeira parte do livro é interessante, você fica curioso para saber onde vai dar, mas então, depois do desaparecimento de Tess, o ritmo continua o mesmo, nunca aumentando ou diminuindo, nunca criando o clima necessário para você empatizar com o professor Ullman ou se preocupar com Tess. O desenrolar é lento e repetitivo, e o final… É tão absurdamente irrealístico que é preferível esquecer (sim, eu sei que é um livro que envolve demônios, mas as partes absurdas em nada tem a ver com o sobrenatural).

IMG_9657

Aqui, voltamos ao dito no primeiro parágrafo: expectativa muitas vezes estraga algo mais do que ajuda.

Se você quiser lê-lo, porque quem somos nós para dizer o que você deve ou não ler, mantenha em mente que não se deve esperar momentos aterrorizantes e que a história é mais, como o próprio título sugere, sobre o demonologista e quase nada sobre demônios e suas possessões.

Título: O Demonologista
Autor(a): Andrew Pyper
ISBN: 9788566636406
Editora: Darkside Books
Páginas: 320
Classificação:

Bells Cavalcanti

Fiction is a lie that tells us true things, over and over

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *