Charly Coombes leva o clima dark de “Run” para o Sesc Belenzinho

No último sábado, Charly Coombes levou seu “Run” para o Sesc Belenzinho, acompanhado por Pedro Pelotas (synth), Rodrigo Deltoro (baixo), Rafael Miranda (bateria), Neli Giorgi (vocais) e Tato Cunha (sax).

As músicas do novo álbum em carreira solo trazem fortes influências dos nos 80, misturadas a elementos do electro rock moderno. Ao vivo, ganham mais profundidade e textura – o que deu para comprovar logo de cara.

Três dessas influências de “Run” deram as caras na apresentação também na forma de covers. “Lovesong”, do The Cure, foi uma delas. “Modern Love”, clássico do Bowie, e “Rock the Casbah” do The Clash também, inclusive com a presença de Thiago Pethit nos vocais.

Até “Broken Glass”, pérola da época de Charly Coombes & The New Breed, foi tocada pela primeira vez em cinco anos! Para quem gosta de um som com influências inglesas, é um show que recomendo muitíssimo – afinal, Charly é inglês de nascença, mas já tem seu quê brasileiro. Na próxima, inclusive, já pode mandar um “fora Temer” com “The Locust”!

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *