Dê uma olhada nos objetos de cena feitos à mão para The Grand Budapest Hotel

the-grand-budapest-hotel

Se “Birdman” impressionou ao levar os principais prêmios do Oscar, na parte técnica e artística foi Wes Anderson que dominou com seu “The Grand Budapest Hotel”. Muito disso se deve à talentosíssima Annie Atkins, que ficou com a árdua tarefa de criar vários dos objetos de cena do filme.

Todas as bandeiras, notas, passaportes e até os sinais de rua para o fictício Empire of Zubrowka foram desenhados por Annie. “É impossível imaginar gráficos como esses. Você precisa fazer sua lição de casa e encontrar tesouros que não conseguiria se sentasse para desenhar”, ela comentou numa entrevista com a Quartz. “Cada peça que fiz começou com uma mostra de coleções com exemplos reais do período para Wes. Vimos centenas de peças de design do leste europeu no começo do século passado para usar de referência”.

Com base nesse arquivo, Annie trabalhou em conjunto com os produtores Adam Stockhausen e Anna Pinnock para criar meticulosamente cada pecinha que se vê nas câmeras, incluindo o próprio letreiro do hotel, inspirado em um do Cairo. Tá achando pouco? Dentre as inúmeras peças, a designer teve que fazer 40 edições diferentes do jornal local, o Trans-Alpine Yodel, para que uma só fosse escolhida no final.

Espia só parte do fruto desse trabalho:

grand-budapest-cena-6

grandbudapest-cena-1

grandbudapest-cena-2

grand-budapest-cena-3

grand-budapest-cena-4

grand-budapest-cena-5 Via: Quartz

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *