Disclosure, Sam Smith, AlunaGeorge e Eliza Doolittle estão sendo processados por suposto roubo de letras

disclosure-shelter

Eita, Giovana, por essa ninguém esperava. Os irmãos do Disclosure e seus vários colaboradores devem ter tomado um baita susto ao abrir o jornal de domingo, encontrando seus nomes ali envolvidos num processo contra um suposto roubo de letras.

No furo de reportagem do Mail On Sunday, a compositora Katie Farrah Sopher jura que os megahits do Disclosure, “White Noise”, “Latch” e “You and Me”, incluem letras extraídas de seu songbook pessoal, material esse inspirado pelo relacionamento “tóxico” de mais de cinco anos com o acusado Sean Sawyers. Ela diz que Sawyers, antes de roubar seu songbook e o vender para seus contatos na indústria, ainda teria sido “violento” com ela. Agora, Sopher pede duzentas mil libras por danos.

Além das acusações voltadas para o namorado, sobrou também para o Disclosure e todas suas parcerias – Sam Smith, AlunaGeorge e Eliza Doolittle -, processados pela compositora. Além das três músicas, ela afirma que tem material seu também em “Attracting Flies”.

Até agora, nenhum dos artistas envolvidos no caso se pronunciou. Já Sawyers nega todas as acusações e ainda jura que nunca viu o livro em questão. Sendo dela ou resultado da parceria entre Disclosure e AlunaGeorge, fato é que ouvir “White Noise” de novo não vai te fazer mal nenhum. Então aproveita e dá o play na música:

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *