Exclusivo: Lourinelson Vladmir prepara playlist especial para “Rua Augusta”

Vez ou outra, surge uma série nacional que vale a pena assistir. Esse é o caso de “Rua Augusta”, primeira série original de ficção da TNT. Como o próprio nome entrega, ela tem tudo a ver com o nosso inferninho particular de São Paulo – inclusive, várias cenas foram gravadas na Selva!

Foto: Renato Amoroso

A série conta com 12 episódios de 30 minutos cada e foi dirigida por Pedro Morelli e Fábio Mendonça. Baseada na obra israelense “Allenby St.”, conta a história de Mika, interpretada por Fiorella Mattheis. Ela ganha a vida dançando na Boate Love, mas deixa para se divertir na balada Hell (sdds, Inferno).

Alex, interpretado por Lourinelson Vladmir, é o dono da Hell. Já deu pra imaginar o assédio pra cima do cara, né? Mas ele acaba se interessando por Mika, mesmo sabendo que é cilada.

E, por ser dono da boate, quem melhor para montar uma playlist especial aqui pra gente? Por isso, convidamos o ator para escolher as músicas que melhor representam a série! Confira o resultado aqui embaixo!

Entenda a escolha de cada uma das músicas:

Uma música que ajudou na construção do personagem:

“Walk On The Wild Side” – Lou Reed

L: Relacionei de imediato o Alex com essa música. Ele busca, gosta, tem em si um lado selvagem, no melhor sentido da palavra. O trabalho que tem, a diversidade com a qual convive, a paixão por uma mulher potente, complexa.

Uma música que marcou na hora das gravações:

“I Wanna Be Your Dog” – The Stooges

L: Antes entrar em ação, essa era música preferida. “Walk on the wild side” era a tese, “I wanna be your dog”, a prática.

Foto: Laura Murray

A música que mais representa o clima da série:

“For easy sex” – Lucas Marcier e Fabiano Krieger

L: Essa é fácil, porque foi um golaço dos criadores da trilha. É a música da abertura, “For Easy Sex”.

Uma música que lembre a região da Augusta, aqui em São Paulo:

“Desesperança” – Zeca Baleiro

L: Um fragmento da letra baseado num poema de sousândrade explica porque escolho esta:

Eu queria poder rir e celebrar o amor

Beber, brindar à vida

Esquecer a funda ferida

Só por um segundo

Crer que enfim o mundo

É um lugar gentil

Pros meus, pros seus

Eu queria que Deus acordasse

Do seu sono profundo

A música que poderia entrar na trilha sonora:

“Should I Stay Or Should I Go” – The Clash

L: Eu adoro essa música e acho tem tudo a ver com a série, com os personagens, essa coisa de “levo numa boa ou chuto o balde?!”.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *