Experimentalismo, desesperança e lo-fi dão o tom de Olhar // Aguabatizada do Kermit Machin

O músico e produtor Gil Mosolino é parte essencial da Applegate, banda que tem os dois pés na psicodelia. Em seu projeto solo, que ele assina como Kermit Machin, essa essência se mantém, diluída em experimentalismos com outros gêneros e estética lo-fi.

Seu último single, Olhar // Aguabatizada, é um 2 em 1 que ilustra bem esse sentimento de desesperança geral que passa pelo Brasil, trazendo momentos mais imersivos e clima sombrio.

“O som foi criado para trazer essa sensação de estar assistindo um filme retrô brasileiro de 90’s. Essa música é quase um storytelling”, ele explica. Durante o processo, ainda usou samples e easter eggs que dividiu com a gente em entrevista exclusiva (nos destaques do Instagram), incluindo aí até Hermes e Renato.

Para trazer novos elementos, ele convidou Pedro Lacerda, baterista da Applegate, para ajudar a escrever a letra e gravar as baterias. Além do músico, Keyth Felix também contribuiu com os vocais do início da música.

Dá o play para conferir o resultado dessa miscelânia de referências:

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *