Nasty Gal e sua coleção Festival 2016: meus preferidos

nasty-gal-festival

Os anos 70 voltaram para a moda e (ainda) não há previsão de quando vão nos deixar (btw, ainda bem! É uma das minhas épocas preferidas). Franjas, camurça, saias linha A (aquelas que começam rente à cintura e abrem, no formato de um A mesmo)… Todos esses ingredientes são encontrados em muita coleção nova por aí.

Uma delas é a especial que a Nasty Gal fez para a época de festivais. Todas as peças da coleção são feitas com tecidos vintage ou baseados em silhuetas encontradas nos anos 70.

É tanta, mas tanta coisa linda, que dá vontade de enfiar tudo no carrinho de compras e se desligar do preço do dólar. Olha só as minhas preferidas:

1 – Saia em camurça com franjas

saia-franjas

Bem que avisei que a coleção tava cheia de franjas, tanto que uma das primeiras da lista já vem com esse combo!

2 – Macaquinho floral

macaquinho

Uma das minhas peças preferidas para festivais são macaquinhos – geralmente, faz o maior calor na época dos nossos festivais, então é bom investir em algo fresquinho. Os macaquinhos te dão a maior liberdade de movimento e tem tudo a ver com o clima

3 – Shortinhos western

shorts-western

Jeans é jeans, não tem jeito. E olha esse shortinhos todo western, com tachinhas e tudo. Sério, é tipo aquela peça versátil que vai do festival pra after party em dois minutos dependendo do que você combinar

4 – Camisa jeans bordada

camisajeans

Falando em jeans… Até fiquei em dúvida com a camisa da foto que combina com o shorts, mas como eu falei, jeans é jeans – apesar desse tecido só copiar rs. E eu tenho essa coisa com bordados, sério! Faça um double denim com shorts ou combine com uma calça preta

5 – Bodysuit

body-babado

Como eu falei, geralmente os festivais aqui são no maior clima verão – e às vezes pode dar aquela esfriada à noite, às vezes não. Fiquei especialmente apaixonada por esse body com decote babadeiro – e sempre dá pra combinar com um quimono ou jaqueta.

6 – Maxi dress

maxi-dress

O único problema do maxi dress é quando você é baixinha igual eu – o que significa que das duas uma: ou você faz a barra ou vai varrer o chão do festival. Tirando isso, geralmente esses vestidos tem um tecido super fluido e gostoso de usar, além de você não precisar se preocupar com muita coisa.

7 – Top de franjas

top-franjas

Não tem jeito, fiquei mesmo apaixonada por esse jeito de usar franjas. Se você reparar, é o mesmíssimo que o da saia, só que num cropped fracinha para usar com cintura alta

8 – Jaqueta

jaqueta-detalhe

Ok, vou até incluir uma franja diferentona para não dizer que é preferência. Aqui, é, mais uma vez, aquele combo camurça + franja só que num tom mais framboesa, para acabar com a mesmice do shorts + Tshirt

9 – Só no decote

macaquinho-decote

O decote do body é mesmo lindo, mas há quem não se sinta à vontade com a peça. Tem problema não, porque achei outro decotão tão lindo quanto – dessa vez num macaquinho

10 – Renda-se

nude-renda

Tava faltando renda? Sim! E deixei ele como último para você tirar um belo momento para apreciar esse quase nude. Com o forro escolhido estrategicamente, parece que você está com uma daquelas transparências maravilhosas – plus: ele tem capa!

Fotos: Reprodução / Nasty Gal

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *