“Noite Infeliz” – Resenha

Com o Natal pertinho, sempre vem uma vontade de ler livros mais temáticos, que tenham um pouco a ver com o clima ou tema do mês de dezembro. Noite Infeliz de Seth Grahame-Smith trás uma combinação dos dois dois, clima e tema. (Aqui, claro, preciso adicionar que o clima a que estou me referindo é o inverno lá do norte, não o verão escaldante daqui do Brasil, e, por isso, tendo a ler coisas mais voltadas para literatura fantástica ao invés de contemporâneos.)

Grahame-Smith ficou conhecido por causa de sua adaptação de Orgulho e Preconceito, que se tornou Orgulho e Preconceito e Zumbis, e depois estourou quando Abraham Lincoln – O Caçador de Vampiros foi adaptado para as telonas. Seguindo a linha desses dois livros, Noite Infeliz é uma pegada diferente em uma história que todo mundo conhece, a noite de natal, em outras palavras, o nascimento de Jesus, focando nos três reis magos.

Capa_web

Aqui, Baltasar é o líder dos reis magos, um ladrão e assassino procurado por todo reino e conhecido pelo nome de Fantasma da Antioquia. Baltasar conhece os dois outros, Belchior e Gaspar, quando é preso por Herodes e os três se unem para conseguir escapar. É durante essa fuga que eles encontram Maria e José tentando se proteger com o filho recém-nascido, pois Herodes já havia mandado acabar com todos os bebês primogênitos da Judeia, e, mesmo Baltasar não estando ansioso em levar mais três fugitivos com ele, acaba salvando-os.

A partir daí, a história fica mais fantástica, com mágica e zumbis! (Como no caso de Orgulho e Preconceito e Zumbis, tudo se pode melhorar com um pouco de mortos-vivos.) Com a evolução da narração, vamos descobrindo aos poucos porque e como Baltasar se tornou o Fantasma da Antioquia.

É um livro que pode agradar a todo mundo, desde ateus (como eu) até católicos praticantes (e fervorosos, como minha mãe).

Título: Noite Infeliz
Autor(a): Seth Grahame-Smith
ISBN: 9788580572735
Editora: Intrínseca
Páginas: 270
Classificação: ★★★★

Bells Cavalcanti

Fiction is a lie that tells us true things, over and over

Um Comentário:

  1. oi gente
    gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. 😉

Deixe uma resposta para renato Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *