Os Contos de Thunder narram todas as faces do rock vivido em primeira pessoa

Quem já ouviu falar ou conhece o trabalho de Thunderbird na superfície não imagina quanta coisa foi idealizada e realizada por ele ao longo do tempo. Dentista de formação, VJ da MTV por oportunidade e músico na essência, Luiz Fernando Duarte decidiu narrar sua própria história do seu jeito, munido de bom-humor, leveza e muitas exclamações estritamente fiéis à intensidade com a qual se entrega aos caminhos e descaminhos da vida!

Ainda que só ele pudesse ser capaz de contar tantas histórias com a devida precisão, Thunder contou com o  apoio fundamental de grandes amigos como Mauro Beting, que introduz cada capítulo em uma linguagem visceral e alucinantemente beatnik, e Leandro Iamin, que oferece um contraponto jornalístico à trajetória e traz depoimentos importantes das pessoas que cruzaram [e seguem cruzando] sua vida.

O resultado da empreitada é fabuloso. Uma história de altos e baixos, excesso e parcimônia, contada sem melindre ou demagogia. Com os relatos, o Thunder confirma o que muitos, como eu, já desconfiavam: é um cara que vive e sobrevive no movimento, arrastando tudo e todos junto com ele em uma espécie de amálgama permanente e inspiradora. Todos seus programas, discos e shows sempre contam com muita gente. O livro, ainda que autobiográfico, não poderia ser diferente.

Tudo isso com a energia inesgotável de quem segue frequentando inúmeras cenas, empresas e estradas com um objetivo central: viver o rock em primeira pessoa, do singular e do plural. Da criança que montava maquetes ao adulto que semeou uma profissão séria para colher os louros da vida no palco, minha identificação com a biografia se deu em vários e intensos momentos.

Aos fãs e aos desavisados, reservem um tempinho do dia de vocês para conhecer essa história que, ao final, pode acabar se tornando um pouco sua também! Vida longa ao Thunder e suas exclamações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *