Sandyalê explora o universo do terror em trilogia de clipes que começa com “Sua”

A linha tênue entre paixão e obsessão dá o tom para o primeiro clipe da trilogia proposta por Sandyalê. A sergipana explora o amor possessivo, da entrega, da espera, na faixa Sua. Música e visual se complementam, tornando essa linha um pouco mais difusa.

“A música e o clipe se envolvem por falarem sobre amor, posse, entrega, paixão, romance. É um filme de amor e terror. Os dois na mesma dosagem.” – Sandyalê

Bebendo da fonte de clássicos do terror, encontramos vislumbres de Drácula, O Exorcista e Nosferatu como referências para criar o ambiente dessa relação vampiresca carregada de tensão sexual pela qual passam os dois no enredo. Tudo embalado por um pop de ares psicodélicos carregado na brasilidade.

O vídeo conta ainda com a participação da cantora e compositora Isis Broken, que assume o papel de sacerdotisa na história. Dá uma olhada no resultado:

As sequências prometem subverter essa visão de amor com visuais para as músicas “Bruta” (do álbum Árvore Estranha, de 2019) e “Pensando em Mim”.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *