Sevdaliza lança música em resposta a Trump banindo muçulmanos

Ouvi sobre a Sevdaliza pela primeira vez no SXSW do ano passado. Quem diria que, quase um ano depois, seu nome voltaria à tona de novo por causa dos EUA? Pena que, dessa vez, não seja por um motivo tão daora assim.

Sevdaliza

A cantora mezzo iraniana, mezzo alemã não demorou a se pronunciar depois que Trump decidiu proibir a entrada de cidadãos de sete países majoritariamente muçulmanos nos EUA. O Irã, onde Sevdaliza nasceu, está incluso na lista.

“Em resposta ao clima político desumano, não poderia fechar os olhos e aproveitar meu privilégio. Escrevi ‘Bebin’ em persa, para solidificar. Apoio o amor. Nesse caso eu preferi evitar a mídia mainstream, porque não tenho interesse em bancar a vítima. Como não poderei viajar aos Estados Unidos por tempo indeterminado, aceitem essa mensagem sem luzes, câmera e ação. Sou apenas uma mensageira. No amor, não existe lugar para racismo ou intolerância”.

Toda a verba que arrecadar com o single, ela pretende transferir para fundos que apoiam vítimas de exclusão social. Mais um VRÁ na cara da sociedade.

Ouve só a música, que traz bastante influência de sua herança iraniana:

Aproveitando, se você ainda não conhece o som dela, dá o play em “That Other Girl“, que ainda tem uma estética incrível:

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *