Cinco livros aterrorizantes para o Halloween

Outubro é o mês do Halloween e não existe época melhor para mergulhar em um mundo de horrores. Pensando nisso, separamos cinco (assustadores) livros para você entrar no clima até o dia 31 de outubro.

It: A Coisa, Stephen King
Você muito provavelmente já ouviu falar desse aqui – e se não ouviu, com certeza já viu imagens por aí extraídas da adaptação cinematográfica do livro, especialmente de Pennywise (também conhecido como a Coisa). É uma das obras primas de Stephen King e tem pouco mais de mil páginas.

O livro conta, de certa forma, duas histórias. Em 1958, sete amigos, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly, enfrentaram a Coisa pela primeira vez. A Coisa é um ser sobrenatural que assume, diversas vezes, a forma de um palhaço (Pennywise) por ser mais fácil em atrair as crianças que ele devora. (King foi inspirado por um serial killer de verdade, John Wayne Gayce, que matou pelo menos 33 garotos, e ficou conhecido como Killer Clown por se vestir de palhaço e se apresentar em eventos.)

30 anos depois, há sinais de que a Coisa voltou e os amigos precisam se reunir novamente para tentar derrotar o monstro de uma vez por todas.

Pennywise

The Diviners, Libba Bray
Existe uma edição brasileira desse livro, publicada pela iD com o título Os Videntes, mas, sem querer desmerecer o trabalho de ninguém, é melhor ler The Diviners em inglês mesmo. (Acreditem, é impossível sentir medo de alguém chamado João Malvado.)

A história se passa nos anos 20 e acompanhamos Evie O’Neil, uma garota com o dom de ler objetos, quando ela é obrigada a se mudar para Nova Iorque para viver com seu tio por um tempo. Seu tio, Will, é dono de um museu de artefatos sobrenaturais, e acaba envolvido em uma investigação para descobrir o responsável pelo assassinato de uma garota e de várias outras pessoas com o passar dos dias.

Evie, então, desconfia o que o leitor já sabe, que os assassinatos possuem alguma ligação com o sobrenatural.

Lugares Escuros, Gillian Flynn
Thriller é a especialidade de Gillian Flynn, e vocês tem que concordar que um bom thriller tem absolutamente tudo a ver com Halloween.

A obra mais conhecida de Flynn é Garota Exemplar, mas acreditem quando dizemos que Lugares Escuros tem muito mais a ver com o clima que outubro pede, com assassinato em massa e cultos ao diabo.

A família Day foi terrivelmente assassinada, exceto por Libby, garotinha de sete anos, e seu irmão Ben, que foi acusado e preso pelo assassinato de sua mãe e irmãs mais novas. Na época da tragédia, a mídia estava enlouquecida com cultos demoníacos, e foi a isso que atribuíram os assassinatos: uma oferenda feita por Ben, que era um garoto estranho, usava preto, ouvia músicas pesadas, e recentemente também pintara os cabelos ruivos de preto.

dark places

Vocês podem conferir uma resenha completa clicando aqui.

Apocalipse Z, Manel Loureiro
Se você prefere ler algo que envolvam zumbis, esse é o livro certo. Você pode aproveitar esse fim de outubro para maratonar a trilogia, não vai se arrepender.

O livro de Loureiro já ganha vários pontos apenas pelo fato de a história não se passar nos Estados Unidos, ou Inglaterra, mas sim na Espanha. Quem ainda aguenta ver o mundo acabar do ponto de vista de um norte-americano ou inglês?

A história é narrada em forma de diário (primeiro em um blog, depois em um caderno), escrito pelo Advogado (não, nunca ficamos sabendo o nome dele), e vamos acompanhar todo o começo da epidemia zumbi – ou seja, toda a fase do “por que a polícia está atirando nas pessoas?!” até quando nosso personagem principal sai por aí para tentar sobreviver. E há exatamente a quantidade certa de ação.

Nós também já publicamos uma resenha sobre ele.

O Exorcista, William Peter Blatty
Temos certeza absoluta que não precisamos nos demorar muito nesse, porque mesmo aqueles que não sabiam da existência do livro já devem ter visto o filme (ou se recusado a ver por puro medo).

O livro, e filme, foram os responsáveis pela enxurrada de filmes com o mesmo tema que temos hoje – tantas e tantas opções que se tornaram clichês, e dificilmente conseguem transformar em mais do que isso.

Vocês conhecem a história: coisas estranhas acontecem em uma casa até que a garota fica, aparentemente, doente e começa a aparecer alterações na personalidade e mesmo fisicamente. Após os tratamentos convencionais não darem resultado, a mãe recorre a um padre, que diz que a garota na verdade está possuída por uma entidade demoníaca.

Apesar de a história já estar ultrapassada, ainda vale a pena dar uma lida, a leitura é rápida (o livro tem pouquinho mais de 300 páginas) e tem o poder de deixar o leitor tenso com qualquer barulhinho que ouça pela casa.

the exorcist

Bells Cavalcanti

Fiction is a lie that tells us true things, over and over

Um Comentário:

  1. Eu queria ler, mas sou muito cagona ): Lugares Escuros vou tentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *