Robert Plant critica serviços de streaming: “É o inferno”

Robert Plant deixou qualquer plano que pudesse ter com o Zeppelin de lado para promover seu novo álbum solo. Numa das últimas entrevistas, atacou os serviços de streaming por causa da qualidade do som.

“Não defendo muitas coisas, mas o som da música é uma delas. É um compromisso e tanto. Por exemplo, com ‘Lullabye… and the Ceaseless Roar’, gastei um montão para ter certeza de que o vinil teria um som realmente bom, para que as pessoas pudessem ter essa opção. É de partir o coração pensar que qualquer coisa pode ser perdida sonoramente por essa reprodução digitalizada e computadorizada. É um inferno”.

Plant está longe de ser um dos primeiros artistas a atacar o streaming, entrando para a fila formada por Thom Yorke, David Byrne, The Black Keys e Beck, só para citar alguns.

Esse próximo álbum de Plant está previsto para o dia 8 de setembro.

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *