Sequins&Gold: uma playlist só com artistas novos

Não tem aquele dia que dá um bode das músicas que você vive escutando e você resolve que é hora de buscar novos artistas? Então, quero me policiar para lançar uma playlist mensal por aqui só com artistas ainda desconhecidos!

A primeira tá na mão e é a Sequins&Gold. Até porque, quando fui me dar conta, ela tava recheada de mulheres incri <3 Dá o play:

Unstoppable – Superfood

O Superfood veio da mesma safra de Peace e Swim Deep, resgatando o britpop que a gente tanto ama. “Unstoppable” tem uma vibe meio Gorillaz no início da carreira, trazendo alguns elementos eletrônicos para a faixa.

There’s a Honey – Pale Waves

Se você curte o som do The 1975, tenho quase certeza de que vai aprovar o Pale Waves – até porque esse single foi produzido pela banda. E isso fica bem ~na sua cara~ quando dá o play. O quarteto de Manchester, no entanto, é mais girl power, com Heather Baron-Gracie nos vocais e Ciara na batera.

Lady, You Shot Me – Har Mar Superstar

Amo demais Har Mar Superstar, desde a música até as performances. Jules Casablancas, do Strokes, tá comigo nessa. Tanto que assinou o cara em sua gravadora, a Cult Records. Ele toca um R&B bem pop e tá aí prestes a sair em turnê com o The Afghan Whigs.

Californian Light – Childhood

O Childhood surgiu nas mídias especializadas na onda do psicodelismo pós-Tame Impala e continua com seus experimentalismos até hoje. “Californian Light” é uma das músicas novas que não tem saído do replay.

Youth – FRONTEERS

Tenho uma queda por indie rock que não é fácil de lidar. Por isso que caí de amores logo na primeira vez que ouvi “Youth”. A música é de um quarteto britânico, o FRONTEERS, que tem o apoio de nomes como Huw Stephens (Radio 1) e da Radio X.

Just Don’t Care Anymore – The Calm Fiasco

Simples e direta ao ponto: essa é a “Just Don’t Care Anymore” do The Calm Fiasco. O que me pegou foi o riff – aliás, são esses riffs bem catchy que viraram o ponto forte do quarteto de Glasgow.

I’ll Be Around – The Growlers

Lembra aquela época em que Julian (olha ele de novo por aqui) começou com uns experimentalismos com seu projeto solo? Então, ele arrastou o The Growlers nessa e acrescentou um ou outro elemento do reggae no single “I’ll Be Around”, criando uma faixa ritmicamente bem diversa.

Can’t Do – Everything Everything

“Can’t Do” foi o primeiro single de “A Fever Dream”, álbum mais recente do Everything Everything. Falsetto? Checked. Guitarrinha tipo New Order? Também. Synth pop daqueles que tem que tocar na próxima festa <3

As If – Loop

Láá atrás descobri a Dua Lipa, que era do mesmo empresário da Lana Del Rey. Pois muito que bem. Agora que ela tá dominando o mundo, a equipe das duas achou outra pupila: LOOP. Inglesa, maravis and futura diva pop, ela busca inspiração nos 90’s até na estética dos clipes.

Lost on You – LP

A primeira vez que ouvi “Lost on You” foi em uma das playlists da Annie Mac, DJ e apresentadora da BBC que volta e meia traz uns artistas novos assim. Mas eu, bem trouxa, só ouvi a voz e achei que fosse a Miley Cyrus. Só depois fiquei sabendo que era da LP (aka Laura Pergolizzi) e que ela já escreveu hits pra Backstreet Boys, Christina Aguilera e Rihanna.

Something In The Way – Jorja Smith

Até hoje não sei lidar com a porrada que é a voz da Jorja Smith no começo de “Something In The Way”. Salvei essa mais para o final porque virou uma das minhas músicas preferidas dos últimos tempos. A inglesa flerta com o soul, principalmente nessa música, e tem um vocal impressionante. Sério, procura as outras músicas dela depois!

Life Worth Living – Laurel

Não sou muuito fã de comparações, mas às vezes é o meio mais rápido de explicar alguma coisa. Então tá aí: Laurel lembra Florence, principalmente nessa música. Ela surgiu há um tempinho, em 2014, lançou alguns singles e EP, voltou a dar as caras no ano passado – incluindo a “Life Worth Living” na última safra. Pode vir com um álbum inteiro agora, tá?

Teve alguma preferida nessa lista? O que você anda ouvindo por aí? Divide nos comentários <3

Bruna Manfré

não é boa com descrições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *